07/11/2009

e aí ...

''As mudanças climáticas que observamos no planeta inteiro com o gradual e continuo aquecimento da atmosfera e dos oceanos devido à alta concentração dos gases-estufa que torna a atmosfera mais ativa intensificando gradualmente eventos como fortes chuvas, ciclos de secas, maior numero de furações e tufões também tem afetado o Brasil e entre todos os estados Santa Catarina e Rio Grande do Sul vem sofrendo com maior intensidade os efeitos do aquecimento global, a alguns anos atrás o Rio Grande do Sul sofreu um grande ciclo de secas que deteriorou bastante a economia agropecuária da região, Santa Catarina sofreu em 2005 um furacão que os meteorologistas não acreditaram que seria possível, pois este tipo de evento climática nunca havia sido registrado no atlântico sul, no entanto, este foi o primeiro, e felizmente a marinha e a defesa civil acreditaram na intensidade e força do evento e tomaram a tempo as medidas certas que amenizaram as perdas de vidas e os danos materiais, mesmo assim milhares de residências foram destruídas. Na linha do equador uma grande seca sem precedentes atingiu a Amazônia em 2005 que colocou em risco todo aquele gigantesco ecossistema, fundamental para a regularidade do clima no Sudeste e Sul do Brasil. O estado de Santa Catarina já sofreu outras enchentes anteriormente, mais nunca com a intensidade como a de novembro de 2008, em 2009 fortes tornados atingiram o oeste de Santa Catarina causando a morte de quatro pessoas. O país precisa aprender com estes trágicos eventos climáticos, e preparar-se para o futuro, o estado não pode apenas mostrar-se presente á luz dos holofotes da impressa, e necessário que haja um planejamento para lidar com esta nova realidade que esta se formando com as mudanças climáticas.

Somente o socorro emergencial às vitimas de calamidades como estas é pouco, é preciso evitar, senão amenizar, as calamidades causadas pelas mudanças climáticas preparando a sociedade e a economia para enfrentá-las, já que teremos que conviver por algumas décadas com os efeitos do aquecimento global. Cabe ao estado inserir as possíveis conseqüências das mudanças climáticas em seus planos de desenvolvimento econômico e infra-estrutura sob pena de ver sua sociedade e economia periodicamente afetadas por eventos climáticos extremos.
Outros países já se conscientizaram que é necessário mitigar, ou seja, adaptar-se; no Reino Unido, por exemplo, o enfrentamento as possíveis conseqüências das mudanças climáticas já é política de governo, com várias medidas e investimentos como por exemplo a construção das gigantescas comportas do rio Tamisa para proteger a cidade de Londres das terríveis conseqüências das cheias.
O Brasil precisa, entre outras, tomar medidas como maior fiscalização na ocupação do solo urbano para que não seja permitido construir em áreas de risco como encostas, ou a beira de rios, e mangues, maior fiscalização e orientação na construção predial para que estejam adaptadas a um clima mais rigoroso, maior fiscalização no controle de queimadas e desmatamento da Amazônia e de outros importantes biomas do Brasil, já que o Brasil é o 4º maior emissor de CO2 devido principalmente a queimadas na Amazônia.
O governo Brasileiro já trabalha em um chamado Plano Nacional de Mudança Climática, que foi anunciado pelo Presidente Lula na 62ª Assembléia Geral da ONU, que até o momento não criou significativos resultados, esperamos que este plano seja abrangente o necessário para planejar como iremos adaptar nossa economia e sociedade para diminuir as emissões dos gases-estufa e enfrentarmos os efeitos que segundo os cientistas, teremos que conviver nas próximas décadas.''

Materia muito legal e interessante do siteAquecimento Global

11 comentários :

  1. da-lhe as ilhas de calor

    huaaaaaaaa

    ResponderExcluir
  2. Preocupaye em?

    http://cemiteriodaspalavrasperdidas.blogspot.com/2009/11/retrospectiva-de-andy-warhol-dos.html

    ResponderExcluir
  3. se preocupar com o planeta nesta altura do campeano ja não é nescessario.
    o ser humano tem que buscar outros formas de viver, agora é buscar a sombra onde não tem luz.
    http://www.maquinazero.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Eu não acredito nas profecias de 2012, porém estes acontecimentos climáticos fortalecem os crentes em tal teoria, estes deveriam crer sim é na destruição da natureza por todos nós. Nossos netos respirarão um ar muito pior que este que respiramos hoje!

    Até escrevi um post assim em meu BLOG:

    http://www.tudosimples.net/estreia-filme-que-promete-acabar-com-o-rio-de-janeiro.html

    ResponderExcluir
  5. é vou assistir 2012 prox. semana e estou começando acreditar que tudo daquele filme é possivel acontecer

    ResponderExcluir
  6. eu nao pude ler seu texto inteiro confesso, eu realmente estou bem atrasado.. mas venho dizer que quando eu terminar de ler eu volto e comento algo mais adequado!:*

    ResponderExcluir
  7. O título deste blog me cativou, estou seguindo, abraço!

    ResponderExcluir
  8. Moça... não me leve a mal, mas não boto fé nesse assunto de Aquecimento global, no meu blog tem cosias sobre isto, se quiser, podmeos debater sobre isto.

    Qualquer coisa acesse: www.apostoladoshema.com

    ResponderExcluir
  9. E a tendência é piorar. Podemos cada um, ajudar a reduzir um pouco as proporções de desastre na terra. mas ainda existe muito a fazer e muito a educar... e como falta educação, a natureza continuará a castigar o ser humano.

    ResponderExcluir
  10. " E a tendência é piorar. " Todos nós estamos carecas de falar sobre este tema, mas a consciência das pessoas não percebe ainda.

    http://blogdossub15.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. Não quer saber sobre o Aquecimento Global?

    ResponderExcluir