03/12/2011

Lembranças Rompidas

Partido ignorado, indo por outro lado. Previsões definidas e acertadas. Lembranças rompidas. Todos sabem meu nome, mas ninguém me conhece! Se julgues pela cara, e não pelo olhar, desviado e vazio, tudo sempre estará bem. Todo o tempo, quando desejas voar pra longe, fugir do irreal que se tornou, eu já fiz milhares de fez este trajeto, mas sempre é pior! Quando cais de volta,  cada batida contra o chão, é maior a dor que terás. Querendo se tele transportar para qualquer outra dimensão, em que o que crês, não mude a cada passo dado e a cada ar respirado. Esta agonia, que não vai embora, juntando os cacos das lembranças, que poderia ser esquecidas, queimadas, tornadas cinzas para com o vento ir pra longe de mim, mas insiste em me torturar, como os nazistas faziam com os judeus, mas comigo, não é o físico, por parte, agora. É pior, é por dentro, onde não é tão fácil se recuperar, onde a dor; o sofrimento; a tristeza; as lagrimas se instalam pra te machucar dia após dia.
Tenho comigo o silencio da angústia, a lagrima do despertar ao real, a pele sem odor, o sentimento perdido, a razão sem razão, o certo e errado sem significados. Apenas segue, querida agonia, partida ignorada...


Nenhum comentário :

Postar um comentário