17/12/2011

Lembranças Vermelhas!

Lembro, ah como me lembro! Muitos Colorados sem fé, meu pai e meu irmão me cornetando, e eu lá, vamos ganhar! Um time até então desconhecido lá fora, um time que havia Fernandão, Pato, Clemer, General Bolivar em seus bons momentos, Ceará, e né, Gabirú, que até então não fazia ideia que fazia parte do grupo. Lagrimas estão caindo agora, mas são nada, comparado naquele dia, naquela manhã de domingo, que se tornou o dia mais VERMELHO da face da Terra! Oh, velho,, estava eu, e meu pai, minha mãe estava preocupada comigo, por eu estar a dias e dias, ansiosa, dizendo pelos cotovelos, braços, mãos, boca: VAMO SER CAMPEÃO! E ela não acreditava, ela pensava que era mais um grande ilusão que iria me derrubar, pois iriamos jogar contra um grande time, contra o grande Barcelona do até então, baita Ronaldinho Gaúcho (que como toda gazela, tremeu perante nós). Eu literalmente não dormi naquela madrugada, de sábado para domingo, eu fiquei virando pra tudo que era lado... Foi sofrido, cada lance, meus olhos  pareciam que iriam se atirar de um penhasco, barbaridade, é cômico relembrar, tchê! HAHAHAHA
Pato saindo, Fernandão cansado, Barcelona atacando, deu uma falta do espanhóis, e eu lá, com todos os dedos que tenho, e maus uns imaginários, todos fazendo um cruz, Ronaldinho não ia fazer aquele gol de falta, e não fez. E eu gritei como se fora um golaço de placa! Dai me entra, um tio que eu nunca havia visto na vida, Adriano Gabirú, e eu querendo matar o Abelão, pensei que ele havia caindo da cama quando havia acordado, pensei eu, pois colocar um tio numa FINAL de Mundial, num 0x0, era pra dar loco, mas na roubada de bola, o pequeno grande Iarley mete a bola pela esquerda, largando nos pés do Gabirú, que largou no pra dentro do gol do "TEMINDO" Barcelona, e correu pra felicidade, e até hoje brinco, o único gol do cara, e o mais importante para a NAÇÃO COLORADA! Gritei tanto, largaram mil e um foguetes, e os Colorados sem fé ali viram, para o Sport Club Internacional, a paixão, a raça, o desejo ardente de querer dominar o mundo, e gritar forte, é CAMPEÃO, te leva onde muitos nunca acreditaram que um dia chegaríamos, no topo do Mundo! Sport Club Internacional, cinco anos do Mundial, e me lembro como fora hoje! E cantemos forte
  :
"Glória do desporto nacional
Oh, Internacional
Que eu vivo a exaltar
Levas a plagas distantes
Feitos relevantes
Vives a brilhar
Correm os anos surge o amanhã
Radioso de luz, varonil
Segue a tua senda de vitórias
Colorado das glórias
Orgulho do Brasil

É teu passado alvi-rubro
Motivo de festas em nossos corações
O teu presente diz tudo
Trazendo à torcida alegres emoções
Colorado de ases celeiro
Teus astros cintilam num céu sempre azul
Vibra o Brasil inteiro
Com o clube do povo do Rio Grande do Sul... ♫ ♪ ♫ "


Nenhum comentário :

Postar um comentário