12/03/2012

Feixes Do Tempo



A capa cai, hoje, amanhã ou em uma década, ela cai.
Não quero fazer rimas das falhas humanas,
muito menos um poema de vossas belezas.
 Olhos inocentes, sorriso de anjo...
Ahhh não quero cair em tuas armadilhas, jogos maltosos.
Maquiagem desbotada, mas nunca saberei o que há por detrás...
Memória fotográfica me ajuda a voltar ao tempo,
reconstruir a história, as cenas esquecidas...
Nada foi contado, palavras sem nexo, mistério de seus lábios.
A real verdade, é que, os fatos descontorce a realidade,
e a falsa realidade acaba perdida em feixes do tempo.

                                                                         Paloma Peglow

Nenhum comentário :

Postar um comentário