23/04/2013

    Tu dás uma chance para as coisas melhorem. Além de tu precisares daquilo, tu queres que as coisas voltem e sejam melhores.
    Mera ilusão de um mundo que nunca gostou de ti e da tua pequena felicidade passageira.
    Na ingenuidade tu faz as coisas, na inocencia de estar sendo sincero, puro, deixando tudo aberto, sem nada a esconder.
    Mas pouco importa para aqueles que não te conhecem, e pouco tentam te conhecer.
    Eles não percebem os detalhes, os teus detalhes das escolhas que tu faz, ou tudo aquilo que tu fala pela intenção nobre de agradar e contudo, é abafado e jogado numa masmorra do esquecimento.
    E tu, inocente e mesmo assim incriminado pela estória, e já não havendo mais o que fazer ou argumento para se absolver, pois não há um juiz que pegue os fatos e perceba o erro que estão executando.
    E novamente, a tua felicidade é posta em hiatus, pela vida, pelas pessoas.

Nenhum comentário :

Postar um comentário