15/07/2013

Pensamentos na noite

Sabe, antes eu acreditava que poderíamos afirmar que nos conhecemos, mas já não sei. Será que podemos?
Posso dizer que acredito que a essência pode continuar intocável, imutável, mas o que rodeia ela? A vida a mouta, a constrói, a destrói, isso envolve as experiencias, as convivências, as observações, tudo. E como o tudo, pode assim, transformar em nada, tudo o que tu pensavas. Como posso pensar que aquilo que ali esta, será a mesma coisa depois desse redemoinho ao passar dos dias, seria o mesmo? Traumas ficam, nem tudo pode se cicatrizar e assim, deixando espaço pra coisa entrarem e mudarem. Quando estiver frágil, podes assim, mais sensível, perceber outras coisas, mudares. É tão certo quando estamos com a guarda levantada, que pode até nos cegar. Várias coisas podem nos fazer mudar, rever as coisas e ainda assim, poderíamos realmente afirmar que nos auto conhecemos? Seria uma certeza absoluta, e acho que nem o mais absoluto do conhecimento, pode se auto dizer que sabe tudo de si, seria um ignorante de si mesmo e da vida.

Nenhum comentário :

Postar um comentário